09 janeiro, 2018

O que faz um livro ser bom?


Como essa pergunta rondeia as conversas dos fanáticos por livros. É uma pergunta, que, na minha opinião, tem várias respostas. Não é fácil responder essa pergunta, ainda mais quando você compartilha para mais pessoas. Opiniões diferentes tendem a se chocar, e se as pessoas com essas opiniões não forem sensatas, tensões podem ocorrer. Então antes que aconteça isso comigo, quero deixar bem claro que é minha resposta para esta questão, a sua pode ser diferente, e eu vou adorar ler ela nos comentários aqui embaixo. 

Mas afinal, o que faz um livro ser bom? Para mim são três pontos cruciais que determinam se o livro é bom ou não. Então vamos falar das mesmas separadamente, e no final resumir tudo o que falamos.

1. A Escrita

Se não é a parte mais importante, eu não sei o que é. A escrita é a entrada para o mundo que foi realizado ali naquele livro. É por ela que você imagina questões, cria ambientes e personagens, e deduz suas características. Se esta parte não for boa, fluída, prazerosa, o resto do livro é comprometido. A escrita tem que ser bem fluída, sem partes que você pare e tenha que pensar novamente no que leu. Claro que cada autor tem uma escrita diferente, mas se o mesmo se dispôs a escrever um livro detalhado, ele tem que fazer com que esses detalhes não atrapalhem o andamento do mesmo, e não seja três páginas de descrição de ambiente. Portanto, a escrita é fundamental.

2. Os Personagens 

O que seria do livro sem os personagens? São outra parte fundamental no desenrolar do livro. Até mesmo numa autobiografia existe um personagem, e pode acontecer que mesmo nestes casos o personagem não se desenvolva. O que me traz mais tristeza é quando eu leio livros onde o personagem não é humano, não age como se fosse um. Realizando tarefas, criando situações que poderiam ser desviadas, mas tudo aquilo aconteceu para o desenrolar da história. A história se desenvolve, mas o personagem não. Sabendo disso, para mim o desenvolvimento do personagem é importantíssimo para o livro inteiro.

3. O Enredo 

Esse também tem extrema importância. O enredo é o que faz um livro andar, é a história, são as ações que vão moldando tudo. E quando o enredo não têm sentido nenhum, ou tem falhas grotescas, como por exemplo, uma linha do tempo bem quebrada, o livro perde seu brilho. Portanto, eu prezo bastante para que o enredo seja bom. E assim, ele não pode faltar.

A junção destes três pontos, para mim, formam um livro bom. Cada um complementa o outro. Sem uma escrita boa, não existiria um enredo e personagens bem elaborados, e vice-versa. A questão é gosto. Como eu já disse, esses pontos são essencial para mim, eles podem mudar, dependendo da opinião que você tenha. Compartilhe-a, e responda aqui nos comentários essa pergunta: "O que faz um livro ser bom?". Até mais.

Foto por Mikel Muruzabal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem | Blog sobre livros, séries, músicas e entretenimento © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes