22 agosto, 2017

Eu, vegetariano! 1º Mês

Oi gente! Tudo bem com vocês? Que saudades de fazer posts assim que contam um pouco mais da minha vida, e também de poder compartilhar fatos sobre ela e ver o que vocês pensam. Então como eu demonstrei o post de hoje vai ser uma conversa mais chegada, vai ser uma parte da minha vida, e talvez um post fixo no blog.

No mês passado eu resolvi virar vegetariano, parar de comer carne. Eu já tinha esse pensamento comigo fazia um tempo, e eu estava cultivando ele, só precisava de um gatilho para dar inicio. E qual foi o gatilho? Um filme que eu assisti, que se chama Okja (tem crítica dele aqui no blog, você pode checar clicando aqui). O filme foi meu gatilho e eu parei de comer carne, qualquer coisa com gosto de carne, e etc.

Eu já havia pesquisado "Como se tornar vegetariano", e eu percebi que a maioria dos posts com este titulo tinham o mesmo método. Ir cortando a quantidade e o tipo de carne do seu dia a dia, gradativamente. Um processo demorado, que de cara eu sabia que não iria funcionar para mim. E o que eu fiz para virar vegetariano? De um dia para o outro eu parei de comer carne. Foi assim bem rápido e brusco, porque eu sabia que se eu fosse devagar eu não iria parar.

Eu já não comia peixe porque eu nunca gostei do sabor, eu não gostava de carne de porco porque me lembrava do animal que ficava na lama, a carne de boi e de galinha eram as que eu mais comia. Mas porque eu resolvi parar de comer carne e virar vegetariano? Porque eu amo os animais, o planeta que eu vivo e o meu corpo/saúde.

A questão dos animais é simples. Porque eu estava apto a comer uma carne de um animal que morreu, e com toda certeza sofreu no processo, só para saciar minha fome, sendo que eu nem precisava. Eu não como meus gatos, cachorros, porque eu comia uma vaca? Não existe diferença.

A questão do planeta é obvia, a criação de gado, animais para consumo custa caro, e eu não estou falando só em dinheiro. Custa caro para o planeta. Desmatamento, poluição, e vários outras coisas vão se juntando quando você come carne. Vai muito além do animal.

E a relação entre meu corpo e saúde é porque vários estudos demonstram, a ONU já relatou, que a carne pode causar doenças, e que é um dos principais fatores dela. E porque você não vê isso muito fácil na TV, noticiários? Porque as empresas que comandam o ramo das carnes patrocinam a TV, os meios de comunicação, com uma grana pesada. Infelizmente é capitalismo, a gente sabe que o dinheiro que gira tudo. E por conta desses estudos parar de comer carne iria trazer um bem estar enorme para minha saúde.

E o que eu senti com esse primeiro mês que eu não ingeri nada de carne. Lembrando que eu falo vegetariano para ser mais simples de entender, porém eu me encaixo no ovolactovegetarianismo, eu ainda consumo ovos e derivados do leite. A mudança que eu senti no meu corpo é AMAZING.

Eu sempre tive problemas com o sono, a noite era o meu dia. E dias apos o corte da carne na minha vida, eu senti uma diferença no sono. Eu não conseguia ficar acordado muito tempo na madrugada. Hoje eu chego até as 1 hora da madrugada e já estou dormindo. Eu acordo disposto. Sem dores nas costas que eu sentia e etc.

No meu corpo eu também senti diferença, o meu peso diminuiu bastante. Eu fiz academia por um mês, mas parei porque não gostava muito. E olha eu emagreci bastante. Eu não me peso porque não ligo para números, mas as roupas estão largas, e eu me sinto mais forte.

E é isso gente, todo mês eu venho aqui compartilhar como está sendo o meu novo estilo de vida. Ah, e eu não senti falta nenhuma de carne. Tanto que eu percebi que tem receitas vegetarianas que eu mesmo fiz que ultrapassam as de carne. Agora se você tiver alguma pergunta pode deixar aqui nos comentários eu vou adorar te responder! Beijos e até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem | Blog sobre livros, séries, músicas e entretenimento © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes