18 julho, 2017

Okja, um filme tocante


Quando vi que a Netflix lançou "Okja", e pelo trailer e divulgação pude ver o tema abordado, logo chamou minha atenção para assistir o filme. E não foi diferente, fui lá e assisti. Antes de tudo quero dizer que está é a minha opinião e o que achei, não sou crítico e sim um espectador. Assistindo-o eu tive vários sentimentos, desde a risada até a profunda tristeza, foram várias emoções que senti enquanto assistia, e acho que elas que fizeram eu gostar tanto dele.

Não vou contar o resumo, será somente o que eu achei. Os personagens tem suas características, não percebi uma grande diferença entre profundidade de personagens, retirando claro os protagonistas, Mija e Okja respectivamente. Assistindo eu pude perceber alguns pontos interessantes que podem ser diferentes para algumas pessoas. Sabendo do que o filme se trata muitas pessoas devem achar que é pró vegetarianismo ou veganismo, por se tratar de uma história envolvendo um animal que virará uma carne a ser servida para as pessoas. Mas não é sobre isso, até porque Mija a protagonista come carne durante a história. O que eu senti que o filme trata é sobre a industria alimentícia, e o capitalismo, onde nada importa a não ser o lucro. 

Eu chorei muito, pois tem um tema que me toca muito, qualquer coisa envolvendo animais já me cativa. E quando eles sofrem, eu despenco em choro. Mesmo sendo uma história criada, pode ser encaixada na vida real. Como a industria alimentícia trata os animais, e como somente o lucro importa, infelizmente está é a realidade. Porém mesmo assim, com tudo que ele passa, não é imposto o conceito do vegetarianismo/veganismo, e não é o foco principal. 

Mas, mesmo não tendo este foco eu fiquei pensando sobre uma coisa que já estava na minha cabeça, o por quê comer carne! E assistir ele foi o fogo que acendeu o pavio que estava pronto a um tempo. Eu sempre tive na minha cabeça de me tornar vegetariano, parar de consumir carne, porque além do meu amor por animais, tem outras coisas que influenciam, porém elas não vem ao caso agora. Só que o filme fez eu tomar partido, e começar o meu projeto que estava na minha cabeça. Mas como eu disse, não é um filme pró vegetarianismo.

Eu realmente gostei do enredo, tirando algumas partes que eu acho que não precisavam tanto, mas que não atrapalham no desenrolar da história. Eu recomendo bastante, porém eu aviso que se você tiver coração mole, acho que é certeza que você irá chorar. Mas até gente com o coração de pedra eu acho que choram. É uma ótima história, bem contada, recomendo! 

E ai você já assistiu o filme? O que achou? Gostou da minha "crítica"? Comenta aqui em baixo, vou adorar ler! É isso, até mais!

Fotos por Reprodução/Netflix

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes