21 abril, 2017

O Exilado Político Vegetariano, de Alexandre Kostolias

Sinopse: Simplesmente por ser vegetariano, Hernán López foi perseguido e virou preso político na província de Santa Fé, no interior da Argentina. Desapontado com seu país natal, seguiu para os Estados Unidos, buscando o sonho americano da completa liberdade de pensamento e expressão.

No entanto, em seu exílio, passou por situações inusitadas e desafiadoras. Conheceu as tradições e costumes do budismo, viveu em uma comunidade hippie, juntou-se com uma socialite multimilionária e ainda tentou uma imersão cultural na Ásia, sendo sempre urgente e imprescindível contar com sua presença de espírito para fugir dos constrangimentos e, por vezes, até da morte certa. Baseado em fatos reais – e com a prosa leve e divertida que lhe é peculiar – o escritor Alexandre Kostolias atravessa as décadas de 1970 a 1990 incursionando sobre o tema da tolerância, das liberdades, das crenças coletivas e suas contradições e, sobretudo, dos excessos de uma sociedade ocidental que se pretende moderna, intelectualmente superior e politicamente correta.

GÊNERO: Romance Brasileiro | ANO: 2016 | EDITORA JAGUATIRICA | PÁGINAS: 211 | NOTA: 5/5
Este é um livro que excedeu minhas expectativas. Foi muito bom ler este livro, e conhecer a história que o Alexandre nos conta. Sabe aquelas histórias que te prendem até o final? Pois é, esse livro é desse estilo, e é isso que eu gostei nele. 

Por ser uma história baseada em fatos reais, você se sente muito mais perto do personagem, pois você sabe que aquilo realmente aconteceu. E o estilo da escrita é muito boa para quem está começando a ler livros, você fica ainda mais fascinado. Pois a leitura ocorre muito "lisa", e você não vê o tempo passar enquanto lê, por conta da história que o livro te passa.
A personalidade de Hernán, e como ele muda durante o livro com o passar da história é muito interessante. Esse livro passa pontos de vistas muito divergentes, de um argentino vegetariano que adora as práticas budistas e a cultura asiática, à um casal de alemãs lésbicas que acreditam firmemente nos ideais feministas, à uma americana com uma herança gigante, mas que odeia o famoso "Tio Sam" e a vida capitalista. 

É assim, com várias ideias que o livro nos mostra, que o Hernán depois de ser exilado do seu país, se molda e vê que o mundo e a mente das pessoas não são iguais, e que em cada país, cada lugar, iremos encontrar novas ideias, novas ondas de pensamento, e que devemos ser tolerantes e se formos contra, o debate e a conversa pacífica é a melhor maneira de resolver.

O autor desse livro foi magnifico, e fiquei muito feliz em poder ler este livro. Com toda a certeza entrou na minha lista de livros favoritos. E vocês? O que acharam desse livro? Ficaram com vontade de ler? Me conta aqui abaixo nos comentários! 

Se você gostou do livro, você pode compra-lo nestes seguintes links: 

Obrigado Editora Jaguatirica, e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes