18 agosto, 2015

[Resenha] Cinco Porquinhos - Agatha Christie


A história que se passa nesse livro e de uma filha que recebeu uma carta da mãe, que nela falava que era inocente pelo fato que aconteceu, e a partir disso, a filha acredita na inocência da mãe, e procura Poirot para investigar um caso que aconteceu a muito tempo atrás.

Ele vai atrás das pessoas que estavam relacionadas ao crime, vê cada ponto de vista, e logo descobre o que aconteceu mesmo naquele acidente. Mas antes ele pede para que cada porquinho escreva um "relatório' sobre o dia que aconteceu o acidente. O acidente que estamos falando é a morte do pai de Caroline, personagem principal do livro, ela que pede para que Poirot descubra quem matou o pintor inspirado, pois ela não acredita que sua mãe tenha feito isso, e a carta que recebeu da mãe antes de morrer só reforça isso.


A história envolve amores proibidos, uma dose de sabedoria, um ótimo livro com detalhes perfeitos, e personagens bem estruturados, cada um com suas características à flor da pele.

O livro como é a edição antiga (da minha vó), não tem muito o que falar sobre a diagramação, estilo de fonte, e capa. Está ao padrão da época, capa dura, letras bonitas. Eu realmente gostei da foto da capa, expressa o que o livro vai falar, tudo em volta da morte do pintor Amyas.


O livro é muito bom, a escrita de Agatha é simplesmente perfeita, eu não tenho o que reclamar, e mesmo com um tempo de parada, o livro é realmente muito bom, ele te prende, e a leitura corre. Os capítulos são diferentes entre si, alguns longos outros curtos. O livro é dividido em "Livros" I, II, III. No Livro I conhecemos o que aconteceu, na visão já feita, a acusada, a defesa, tudo. No Livro II vemos a narrativa de cada "porquinho" sobre o que aconteceu na visão de cada um. No Livro III, temos a conclusão de Poirot, e tudo se revela. O livro é altamente recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem | Blog sobre livros, séries, músicas e entretenimento © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes