28 abril, 2015

O texto que expressa a dor da amizade


Sei lá o que eu sinto, e não sei bem como explicar da onde vem.
Fico irritado do nada, e não aguento mais ver gente ao meu redor.
Não aguento, quero fugir, para um lugar bem longe daqui aonde eu não possa ver gente.
Andando, vagando por ai com suas caras falsas que com o vento caem ao chão.
Pois é isso que temos hoje no nosso mundo, pessoas com caras duplas que não são o que são.
Por isso fico cansado, e tento fugir, mas em todo lugar tem isso, e não sei como escapar.

O engraçado é que eu posso dar atenção, que não sou retribuído. 
Já se passou a época que eu era alguém para você.
Agora você tem outros, e nem sei se posso te chamar como antes,
Mudou comigo, me fez sofrer, e não sabe o que eu passo.
Mas esse sentimento vem e volta, e eu não controlo.
Por que essa angústia e dor me fazem bem e sem eles não seria eu.

Mas não me importo, vou chutar todos os baldes,
Vou esquecer e dar atenção a quem merece, e a quem eu realmente gosto.
Seja verdadeiro, seja você mesmo, e não outra coisa para agradar aos outros.
Amizade é isso, amizade é aquilo, Amizade pode acabar,
Amizade é eterna, mas uma vez que você não é quem você é, a Amizade vira mortal,
E morre sem deixar nada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem | Blog sobre livros, séries, músicas e entretenimento © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes