26 março, 2015

[Resenha] No fundo do Quintal


Nome do Livro : No Fundo do Quintal
Autor : Menalton Braff
Editora : Ceciliany Alves
ISBN : 978-85-322-7438-0
Índices : Romance, Literatura Juvenil

O livro conta a história de Eugênio e sua irmã mais nova Fernanda, que quando estavam escavando o fundo do quintal da nova casa encontraram uma laje, e ficaram curiosos com o que aquela laje protegia. Eles não gostaram da ideia que iam se mudar de casa, para morar numa cidade mal conhecida, Mairi Mirim é o nome dela. Mas por conta da profissão do pai que é professor tiveram que fazer esse sacrifício. No primeiro dia que chegaram a casa parecia mal assombrada e coisa do tipo, mas quando acordaram no outro a mãe mandou cada pessoa da casa fazer uma tarefa para deixar aquela casa um lar.

No meio dessa arrumação eles escutam um som de palmas na frente da casa, era a vizinha que tinha a filha junto dela. No primeiro momento Eugênio ficou apaixonado e caiu de amor por aquela sua nova vizinha. Intrigados com a laje, eles iam para a escola e voltavam e iam para o fundo do quintal, até que abriram a laje e descobriram que tinha sacos pretos com alguma coisa dentro. 


No meio disso tudo, uma tragédia acontece com a mãe, mas não diretamente com ela, pois foi "sem querer". Essa tragédia deixa a mãe abalada, e a família também fica assim. Quando eles abriram as sacolas e descobriram o que tinha nelas, eles começaram a pesquisar para saber o que era, e de quem era. 

Demorou um pouco mas Eugênio e Fernanda descobriram sobre o que era e de quem era, com a ajuda dos vizinhos e do pai que era professor de História e podia ajudar com isso. E ainda temos o final da tragédia que a mãe sofreu, que tem um final satisfatório.


Agora vamos para a minha opinião sobre o livro. Eu acho que titular o livro com a palavra "romance" é meio que errado por que, dois adolescentes ficarem de mãos dadas no recreio não é romance. O livro não fala a idade deles mas da para perceber que nem adolescentes são, acho que Eugênio tem 10 anos e Fernanda 9 ou 8. A história é meio que quebrado no meio do livro por conta da tragédia que aconteceu com a mãe. Eles esquecem um pouco do ponto principal do livro, e o fundo do quintal é esquecido. 


Outra coisa que me deixou triste com o livro é que as fontes diferenciadas não foram boas escolhas. O livro é narrado por Eugênio, por outra pessoa ou Eugênio ainda não entendi por que mudam a fonte, e por partes do diário da Fernanda, e a fonte que insinua a letra da Fernanda é muito ruim para a leitura, na minha opinião. Mas relevei. (Fonte da Fernanda logo abaixo nesta foto)


A história para mim não foi envolvente, e a leitura foi engolida a seco. Então eu recomendo o livro? Não. Sinceramente não gostei muito do livro.


Me siga nas minhas redes sociais 


Se puder se inscreva no canal do blog



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Totalmente Jovem © 2014-, Todos os direitos reservados. Design por Sadaf F K / Edson Lopes